Arquidiocese solidária com o Meio Ambiente

       Vivemos em um mundo teologicamente marcado com as rupturas entre os seres humanos e a natureza, onde a obra do Criador vem sendo sistematicamente desfigurada pelas perdas, extinções e desiquilíbrios na casa comum de todos os seres viventes. Além disso, convivemos socialmente com uma realidade fragmentada, onde a ambição humana e a perda do senso de justiça tem gerado aumento da pobreza, descarte de pessoas vulneráveis e barreiras que limitam o acesso aos bens da criação para a maioria da população. Diante desse cenário, a Igreja Católica tem procurado ser uma voz profética que clama por justiça social e ambiental com todos os que fazem parte da grande aliança realizada entre o Criador e todos os seres viventes que habitam o planeta.

Neste contexto complexo de mundo em que vivemos, a Arquidiocese do Rio de Janeiro, com o apoio e a inspiração do Cardeal D. Orani João Tempesta O.Cist., deseja colaborar criando um novo Vicariato Episcopal para o Meio Ambiente e Sustentabilidade. Tal iniciativa inovadora está em comunhão com os   sinais proféticos da Igreja, através da Encíclica Laudato SI`, o Sínodo da Amazônia, as diversas Campanhas da Fraternidade da CNBB com o enfoque socioambiental, além das múltiplas atividades pastorais de meio ambiente nas diversas dioceses e paróquias no Brasil. Sintonizado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), e às grandes metas da Conferência Mundial sobre o Clima (COP-27), o novo Vicariato Episcopal tem a seguinte missão: 1) Consolidar os grandes ideais da Laudato SI´ na Arquidiocese do Rio de Janeiro; 2) Apoiar as iniciativas da Pastoral do Meio Ambiente nas paróquias e movimentos eclesiais; 3) Buscar iniciativas inovadoras que visibilizem o compromisso da Igreja local com a sustentabilidade ambiental.

Esta desafiadora missão do novo Vicariato Episcopal espera contar com o apoio e a solidariedade dos bispos auxiliares, vigários episcopais, párocos, vigários, diáconos e coordenadores das diferentes atividades pastorais da Arquidiocese. Somente unidos neste mesmo ideal é que conseguiremos dar passos significativos diante dos grandes desafios socioambientais em nossa sociedade. Com horizonte amplo, e procurando valorizar as pequenas ações que estão ao nosso alcance é que conseguiremos, juntos, galgar as metas e objetivos propostos. Diante das reais mudanças climáticas e suas consequências para o planeta e a sociedade onde vivemos, qualquer contribuição e ações voltadas para os processos de mitigação, adaptação e busca de soluções sustentáveis, serão bem-vindas ao Vigário Episcopal para o Meio Ambiente e Sustentabilidade. Neste momento, o mais importante é reconhecer o protagonismo da nossa Arquidiocese, procurando colaborar positivamente para mostrar à sociedade o nosso compromisso e testemunho com estas questões emergentes que desafiam a nossa missão como cristãos e católicos. Estamos unidos e solidários com outros nossos irmãos de diferentes religiões e crenças. Como afirmou o Papa Francisco, o desafio socioambiental exige de todos nós, crentes e não crentes, esforços e união em prol da Casa Comum, que Deus colocou em nossas mãos para ser administrada com inteligência, sabedoria e responsabilidade.

 

Pe. Josafá Carlos de Siqueira SJ

Vigário Episcopal para o Meio Ambiente e Sustentabilidade

 

 

Categorias