Carreata e missa encerram comemorações do centenário de fundação da Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ipanema

O encerramento das celebrações do centenário da criação da Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, aconteceu no dia 4 de setembro.

Antes da missa em ação de graças, houve carreata que saiu da Paróquia Nossa Senhora de Copacabana e Santa Rosa de Lima, em Copacabana, trazendo a imagem da padroeira de Ipanema, como ocorreu há cem anos.

Na altura do Arpoador, em frente ao Colégio São Paulo, foi montado um palco, e enquanto os fiéis aguardavam a chegada da padroeira, a cantora Elba Ramalho rezava o Terço Mariano, com a presença de diversos sacerdotes. O casal paroquiano Cristina e Omar Gesualdo entoaram os cânticos entre os mistérios.

Após a chegada da imagem, com fogos e Hino Nacional, que contou a presença do pároco da Paróquia Nossa Senhora de Copacabana e Santa Rosa de Lima, monsenhor Aroldo da Silva Ribeiro, houve uma breve alocução do pároco da Paróquia Nossa Senhora da Paz, monsenhor Manuel Moreira Vieira.

“Nossa festa de conclusão do centenário da nossa paróquia foi maravilhosa. Eu quero compartilhar com nossos paroquianos meu sentimento de gratidão a Deus por tudo aquilo que Ele nos permitiu fazer. O esforço de cada um foi incrível, a dedicação foi extraordinária. Pode ser que a minha fragilidade não me permita ver o que cada um fez. Mas tenham a certeza que, de Deus, não escapa nada. Peço muito a Ele que recompense a todos e cubra de bênçãos a vocês e suas famílias. Quero também manifestar minha profunda gratidão ao monsenhor Aroldo, pároco de Copacabana, e aos amigos padres da nossa forania. Finalmente, agradeço ao nosso estimado arcebispo Dom Orani. O nosso pastor é sempre muito solícito, sua presença foi a culminância da nossa alegria, quando encerrou pessoalmente as comemorações do centenário da nossa paróquia. Nossa Senhora da Paz, rogai por nós”, disse monsenhor Manuel Moreira Vieira.

A procissão seguiu até a matriz, dando início à celebração eucarística, presidida pelo arcebispo metropolitano, Cardeal Orani João Tempesta. Por ser o dia do Congresso Eucarístico do Centenário destinado às paróquias, houve a adoração e bênção do Santíssimo Sacramento.

 

Da Redação

 

 

Categorias