Celebração das Exéquias | Papa Bento XVI

Foram divulgados detalhes do funeral de Bento XVI, que o Papa Francisco presidirá amanhã, 5 de janeiro, a partir das 5h30 no horário do Brasil, na Praça São Pedro.

Na noite desta quarta-feira, o caixão de cipreste será fechado e nele serão inseridos, conforme a tradição, as medalhas e moedas cunhadas durante o pontificado, os pálios como arcebispo metropolitano de Munique e Roma e o “rogito” o texto que descreve brevemente o pontificado do Papa Ratzinger, em um cilindro de metal.

Às 4h45, horário do Brasil, de quinta-feira, haverá a procissão para levar o caixão até à Praça, acompanhada da recitação do Terço. O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, esclareceu que o funeral seguirá o modelo de um Papa reinante, com algumas modificações.

Por exemplo, não haverá súplicas finais da Diocese de Roma e das Igrejas Orientais, específicas para um Papa reinante, e mesmo as leituras, em espanhol e inglês, serão diferentes. A primeira das cinco orações dos fiéis, em alemão, será “pelo Papa emérito Bento, que adormeceu no Senhor: que o Eterno Pastor o acolha em seu reino de luz e paz”. As demais serão em francês, árabe, português e italiano.

No final da Celebração Eucarística, Francisco presidirá o rito da Ultima Commendatio (a última recomendação) e do Valedictio (a despedida). O caixão do Pontífice emérito será levado de volta à Basílica de São Pedro e depois à cripta para o sepultamento.

Durante o rito privado, será colocada uma fita ao redor do caixão, com os selos do Cabido de São Pedro, da Casa Pontifícia e das celebrações litúrgicas. Em seguida, o caixão de cipreste será colocado dentro de um caixão de zinco maior, que será soldado e selado. Depois, será colocado numa caixa de madeira e sepultado no local anteriormente ocupado, até à beatificação, pelo caixão de São João Paulo II.

Fonte: @vaticannewspt

Categorias