Turma de sacerdotes ordenados em 2022 fazem peregrinação ao Santuário Cristo Redentor

No dia 24 de agosto, a turma de padres ordenados na Arquidiocese do Rio de Janeiro em 2022 visitou o Santuário Cristo Redentor, no Corcovado. Os jovens sacerdotes foram ordenados pelo arcebispo metropolitano, Cardeal Orani João Tempesta, em dois momentos, no dia 7 de maio e 6 de agosto, na Catedral de São Sebastião, no Centro.

Apesar do tempo nublado e da chuva no início do dia, o grupo de sacerdotes chegou ao cume do Monte Corcovado por volta das 6h30 da manhã, onde rezarem juntos a Oração das Laudes na Capela de Nossa Senhora Aparecida, na base do monumento. Um dos objetivos da visita foi iniciar uma tradição entre as turmas de novos padres: a de peregrinar ao Santuário Cristo Redentor em ação de graças pela ordenação.

“Ter a oportunidade de estar em oração no Santuário Cristo Redentor é uma graça de Deus na caminhada como padre na nossa arquidiocese. Além do conhecido acolhimento de nosso querido povo, temos este sinal de fé e acolhimento reconhecido pelo mundo todo. Ser padre no Rio de Janeiro e ter o Cristo no alto do Corcovado é sempre um convite para todos olharmos as coisas do alto, e para nós, especialmente, no alto está o Cristo Redentor”, declarou o padre Luan Argento, ordenado no dia 7 de maio.

As peregrinações cristãs surgem com a espiritualidade nos lugares relacionados ao nascimento, vida, crucificação e ressurreição de Jesus. Os cristãos também visitavam Roma, onde morreram os apóstolos São Pedro e São Paulo, e mais tarde o lugar onde foi encontrado o túmulo de São Tiago Maior, em Compostela, na Espanha. Os santuários marianos de Guadalupe, Lourdes e Fátima também atraem peregrinos do mundo inteiro, assim como o Santuário de Aparecida, no Vale do Paraíba. No Rio de Janeiro, o Santuário Cristo Redentor cresce como destino de peregrinação cristã, sendo um dos símbolos católicos mais reconhecidos no mundo inteiro.

Durante uma visita à Catedral de Compostela, em 2010, o Papa Bento XVI resumiu o propósito das peregrinações cristãs: “Peregrinar não é simplesmente visitar um lugar para admirar seus tesouros de natureza, arte ou história. Peregrinar significa realmente sair de nós mesmos para encontrar Deus onde Ele Se revelou, onde a sua graça brilhou com particular esplendor e produziu ricos frutos de conversão e santidade entre os que creem”.

O Santuário Cristo Redentor representa a fé cristã e o nacionalismo de todo o povo brasileiro. Foi com esta motivação de alegria, fé e piedade que os novos sacerdotes da Arquidiocese do Rio de Janeiro visitaram o monumento.

“Foi um belo momento, no qual pudemos peregrinar juntos ao Santuário Cristo Redentor como turma, ou na sua maioria, pois não estávamos todos presentes, para rezarmos juntos, estarmos juntos com o Senhor naquele monte, que é sempre um lugar de encontro do povo com Deus, e pudemos também subir até os braços do Cristo, e lá de cima, com um tempo não tão bom, mas pudemos contemplar as maravilhas de Deus que Ele vai fazendo também do alto do Corcovado, desta Cidade Maravilhosa, onde de alguma forma nós nos consagramos. Então foi um belo momento de partilha e fraternidade”, declarou o padre Frederico Rodrigues Farias.

Após a visita ao Santuário Cristo Redentor, os novos padres da turma de 2022 participaram com outros sacerdotes ordenados na Arquidiocese do Rio de Janeiro desde 2018 do encontro com Dom Orani, no Centro de Estudos e Formação do Sumaré, onde puderam ouvir o testemunho de vida sacerdotal do bispo auxiliar emérito Dom Karl Josef Romer e palestras do coordenador arquidiocesano de pastoral, cônego Cláudio dos Santos, e do vigário episcopal para Bens Temporários, cônego Geovane Ferreira da Silva. O encontro de formação foi encerrado com um almoço de confraternização dos padres com o arcebispo.

 

Padre Alexandre Carvalho Lima Pinheiro

 

 

Categorias