Cardeal Tempesta ordenará os três primeiros presbíteros do Seminário Missionário Arquidiocesano Redemptoris Mater do Rio de Janeiro

No dia 3 de dezembro, às 8h30, na Catedral de São Sebastião, no Centro, serão ordenados os três primeiros presbíteros do Seminário Missionário Arquidiocesano Redemptoris Mater do Rio de Janeiro pelo arcebispo metropolitano, Cardeal Orani João Tempesta. São eles os diáconos David Campos Sevillano (Espanha), Pedro Henrique Rodrigues Ribeiro (Brasil) e Omar Huerta Ramirez (México).

Os diáconos David e Omar iniciaram juntos a formação presbiteral no final do ano de 2011, após sentirem o chamado ao presbiterato em Ágreda (Espanha) e Xalapa (México). Pedro, que é natural de Brasília (DF), ingressou no Seminário em setembro de 2012 e possui algo em comum com os outros dois diáconos: durante o itinerário de iniciação cristã vivenciado nas comunidades neocatecumenais, redescobriram aos poucos o sentido de seu batismo, o amor de Deus em suas vidas e acolheram o chamado a ser presbítero missionário aberto à missão em todo e qualquer lugar do mundo.

Ao término dos estudos de Filosofia realizaram o rito de admissão às Ordens Sacras e foram enviados a lugares dentro e fora do Brasil para experimentarem o anúncio vivo da Palavra de Deus em equipes de catequistas itinerantes, compostas por presbíteros e leigos. Ao regressarem aos estudos de Teologia receberam os ministérios de leitor e acólito, sendo ordenados diáconos em outubro de 2021. O ministério diaconal exerceram em paróquias da Arquidiocese do Rio de Janeiro, nos bairros de Campo Grande, São Crisóvão e Maré.

Em preparação à ordenação presbiteral, os diáconos David Campos Sevillano, Pedro Henrique Rodrigues Ribeiro e Omar Huerta Ramirez fizeram a profissão de fé e o juramente de fidelidade durante missa presidida por Dom Orani, na Capela Nossa Senhora da Conceição, situada no Palácio São Joaquim, na Glória, no dia 21 de novembro. Foram concelebrantes o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Roque Costa Souza e o reitor do Seminário Missionário Arquidiocesano Redemptoris Mater do Rio de Janeiro, padre Marcos André Nascimento Silva.

À semelhança do primeiro Seminário Redemptoris Mater, o qual foi erigido por São João Paulo II em 1987 na Diocese de Roma, como seminário diocesano e missionário, surgiram 120 seminários em praticamente todos os continentes do mundo: na Arquidiocese do Rio de Janeiro o Seminário deu os primeiros passos no final de 2011 e foi erigido canonicamente após a Jornada Mundial da Juventude (JMJ-Rio 2013).

“É um dos inúmeros frutos do Concílio Vaticano II: bendizemos a Deus pelos primeiros padres que serão ordenados e pedimos ao Senhor que os conduza como pastores de sua santa Igreja!”, evidenciou o reitor do Seminário Missionário, padre Marcos André.
“Convidamos todos a fazer chegar este convite a cada paroquiano de nossa arquidiocese e expressamos o nosso agradecimento por participarem desta história repleta de sinais do amor de Deus para conosco! Rezamos sempre pela intercessão da Virgem Maria, Mãe do Redentor pelo Brasil e pelo mundo! Bem-vindos às ordenações presbiterais!”, disse o reitor do Seminário Missionário, padre Marcos André.

Categorias