Comunidade Coração Novo em festa

Comunidade Coração Novo celebra 20 anos de existência e cinco anos de reconhecimento arquidiocesano como Associação Pública de Fiéis Leigos

No dia 5 de maio, os membros da Coração Novo celebram tradicionalmente o início de sua história como comunidade, por ser esta a data, no ano de 2002, na qual seu fundador, Izaias de Souza Carneiro, assumiu o aluguel de uma pequena sala comercial na Rua Macapuri, no bairro da Penha, com o objetivo de atender melhor as pessoas que o procuravam para aconselhamentos, momentos de oração e agendamento de pregações e eventos musicais em diversas comunidades paroquiais do Estado do Rio de Janeiro e de outros lugares do Brasil. Os membros fundadores contam que, a partir daquela data, o número de pessoas que frequentavam as salas aumentou gradativamente, e já não era possível a Izaías retornar todos os dias para sua casa na Vila Cruzeiro, o que fez com que precisasse passar as noites dormindo em sala comercial.

Em 12 de dezembro daquele mesmo ano, a então denominada “Missão Coração Novo” recebeu a primeira bênção episcopal emitida pelo saudoso Dom Rafael Llano Cifuentes, à época bispo auxiliar do Rio de Janeiro.

Com o passar do tempo e o crescimento do grupo, foram chegando também amigos sacerdotes, entre eles o padre Antônio Aguiar e o cônego Gino Serafim, que assumiria a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, no Engenho Novo, e convidaria Izaías a levar aquele pequeno grupo que estava caminhando junto para o local onde hoje está localizada a sede da Comunidade Coração Novo, situada à Rua Baronesa do Engenho Novo, 311, no bairro Engenho Novo, na Casa de Evangelização São José.

Em 2017, a comunidade, que tem por carisma a “reconciliação”, foi erigida como Associação Pública de Fiéis Leigos e teve seus estatutos aprovados na Igreja Particular do Rio de Janeiro, por mercê do seu arcebispo, o Cardeal Orani João Tempesta O.Cist.

A comunidade, que este ano completa 20 anos de existência e cinco anos de aprovação canônica, tem membros presentes na Arquidiocese de Niterói, dioceses de Petrópolis e Barra do Piraí/Volta Redonda.

Além disso, sua presença se estende através da Missão Internacional Somos Um em pelo menos 30 países de quatro continentes, trabalhando em uma perspectiva sinodal com líderes católicos, evangélicos e instituições, como o Vaticano, Celam, a CNBB, World Vision, Sociedade Bíblica do Brasil, entre outros.

A Semana que abriu as celebrações dos 20 anos da comunidade contou com as presenças do cônego Aldo de Souto Santos, que presidiu a Eucaristia no 3° Domingo da Páscoa, dia 1º de maio, de Dom Roque Costa Souza, dia 2 de maio, Dom Roberto Lopes, OSB, que celebrou com a comunidade no dia 3 de maio, e padre Marco Túlio, que celebrou no dia 4 de maio.

O Cardeal Orani João Tempesta celebrou no dia 5 de maio, quando a comunidade recebeu, além dos membros e frequentadores da casa, fundadores e coordenadores de Novas Comunidades, pastores evangélicos de diversas denominações, a deputada federal Chris Tornietto e  Chris Garcia, representando a Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro.

As comemorações se estenderam até 6 de junho, quando o padre Damião Borges, do clero diocesano de Ilhéus, que reside e estuda no Rio e  também oferece direção espiritual para alguns membros da comunidade, esteve presente para o encerramento da semana com a celebração da missa votiva da primeira sexta-feira do mês, dedicada ao Sagrado Coração de Jesus.

As comemorações se estenderão  durante todo o ano em outros momentos e terão seu encerramento solene no dia 12 de dezembro de 2022, na Festa de Nossa Senhora de Guadalupe.

 

Assessoria de comunicação – Comunidade Coração Novo

 

 

Categorias