‘Por uma Igreja constitutivamente Diaconal: o ministério diaconal ordenado no serviço da Igreja e para o mundo’

No dia 13 de agosto, aconteceu no Seminário Arquidiocesano de São José, no Rio Comprido, o “II Fórum sobre o Ministério Diaconal”, com o tema: “Por uma Igreja constitutivamente Diaconal: o ministério diaconal ordenado no serviço da Igreja e para o mundo”.
O tema, inspirado na fala do Papa Francisco aos diáconos romanos, deseja aprofundar a dimensão do serviço como elemento específico do ministério diaconal, mas também como essencial de toda Igreja e do ministério ordenado. A proposta interdisciplinar do evento deu visibilidade à história e à teologia do ministério diaconal e contou com a participação de diáconos de todo Brasil.

O evento foi dividido em duas partes. Depois da Santa Missa presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, houve a conferência de abertura com a participação do diácono Júlio Bendinelli (doutor em teologia – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio), de padre Abimar Oliveira de Moraes (doutor em teologia – Pontifícia Universidade Salesiana; professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio) e minha, diácono Luciano Rocha Pinto (doutor em história – Universidade do Estado do Rio de Janeiro; pós-doutor em teologia – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio).

A segunda parte, à tarde, contou com a apresentação de diversos trabalhos nos simpósios temáticos, que ofereceram espaço para apresentação e discussão de pesquisas, trabalhos e ensaios diversos sobre o ministério diaconal e temas afins, um espaço de socialização e de envolvimento. O ministério diaconal é, proporcionalmente, a vocação que mais cresce na Igreja, hoje.

Um evento desse porte dá visibilidade não apenas ao aumento quantitativo do diacônio como lança luzes na Igreja quanto à sua participação ativa, envolvida e comprometida nos novos areópagos. O ministério diaconal, parafraseando o Papa São Paulo VI, é ministério de Cristo Jesus. Trata-se de um ministério apostólico, de instituição divina que demonstra seu vigor e beleza a partir do serviço. É, pois, icona vivens Christi servi in Ecclesia.

 

Diácono Luciano Rocha

Doutor em história pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro; pós-doutor em teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio

 

Categorias