Seminaristas recebem Ministério de Leitor

Dentro das comemorações dos 283 anos de fundação do Seminário Arquidiocesano de São José, 13 seminaristas receberam o Ministério de Leitor pelas mãos do arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, durante missa realizada na Paróquia São João Batista, em Rio das Pedras, no dia 2 de setembro.

A turma dos seminaristas, que escolheram como lema: “Eis que ponho minhas palavras em tua boca” (Jr 1,9),  é: Alan Galvão de Paula, Alex Muniz Pereira, Angel Andrés Peraza Espinoza, Dionatah Amorim da Silva, Eduardo Douglas Santana Silva, Fernandes Elias Júnior, Gabriel dos Santos Alves, Hygo do Nascimento, Jacinto Daniel de Moura Brasil, João Alberto Silva das Lapas, Lacton Lucas Carvalho, Leonardo Nunes de Oliveira, Luiz Gustavo Menezes do Nascimento, Matheus da Silva Santos e Pedro Henrique da Silva Siqueira.

A celebração contou com a presença de diversos sacerdotes, entre eles, o pároco da Paróquia São João Batista, padre Renato Lima da Silva, e o reitor do Seminário Arquidiocesano de São José, cônego Leandro de Souza Câmara.

 

Ministério do Leitor

O Leitor é instituído para a função que lhe é própria, de ler a Palavra de Deus nas assembleias litúrgicas. Por isso mesmo, na missa e nas demais ações sagradas será ele a fazer as leituras da Sagrada Escritura (com exceção, porém, do Evangelho). Este ministério é concedido pela Igreja àqueles que aspiram às Ordens Sacras e, a partir da recepção deste ministério, os seminaristas aproximam-se ainda mais da Palavra de Deus, da qual nutrem a sua vida de intimidade com aqu’Ele que os vocacionou.

 

Dom recebido

Para Fernandes Elias Júnior, “o Ministério de Leitor é uma graça que o seminarista recebe com a responsabilidade de testemunhar a Palavra do Senhor e de catequizar todos as pessoas que Deus envia”. E acrescentou: “dá uma alegria imensa  poder ler a Palavra e partilhar com toda a comunidade. Nos motiva na caminhada vocacional, uma vez que é uma graça e um dom recebido”.

 

Ministros da Palavra

Segundo o seminarista Alan Galvão de Paula, ao longo da caminhada vocacional, alguns passos marcam a nossa história, um deles é o leitorato.

“É através deste ministério que somos instituídos como ministros da Palavra. Realizar as leituras nas celebrações litúrgicas não é simplesmente ler em alta voz, mas sim uma proclamação da Palavra de Deus, é permitir ser instrumento da ação divina. Deus coloca suas palavras em nossas bocas, assim como fez com o profeta Jeremias: “Eis que ponho minhas palavras em tua boca” (Jr 1,9), conforme o lema da nossa turma”.

O seminarista Alan Galvão explicou que a cada passo dado nos aproximamos cada vez mais do tão esperado dia da ordenação sacerdotal. “Pelo leitorato nos aproximamos da mesa da Palavra e futuramente pelo acolitato, nos aproximaremos da mesa da Eucaristia, até chegarmos aos ministérios ordenados. O meu coração transborda de alegria com tamanha graça que Deus nos concede e nos impulsiona a seguir em frente”, destacou Alan Galvão.

 

Graça de Deus

Na opinião do seminarista Lacton Carvalho, o Ministério do Leitor, recebido pela Santa Igreja, é muito importante para a caminhada rumo ao sacerdócio.

“Estar mais perto da Palavra de Deus na Santa Missa ganhou um significado especial para mim. Depois de uma longa caminhada vocacional, poder receber esse ministério é uma grande graça que Deus me concede. Então, estou aqui para me colocar a serviço desta Palavra para fazer com que minha boca seja o instrumento de Deus a fim de que o meu ministério seja um perfeito louvor a Deus”, destacou Lacton Carvalho.

 

Santidade sonhada

Evidenciando o versículo de um salmo, “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti” (Sl 119: l,11), o seminarista Jacinto Daniel partilhou que seu coração está grato a Deus por receber o Ministério de Leitor.

“O Senhor em sua infinita bondade nos chama a dar mais um passo rumo ao chamado que Ele nos fez. O Leitor é convidado a ter uma intimidade com a Palavra de Deus e levar muitas almas a experimentarem, pela Palavra, a santidade tão sonhada por Deus para todos nós”, disse Jacinto Daniel

 

Fazer a vontade de Deus

“Com grande paz e alegria demos esse passo na nossa caminhada rumo ao sacerdócio”, partilhou o seminarista Dionatah Amorim. “Com esse ministério nos aproximamos da mesa da Palavra como ministros e com isso anunciamos as graças de Deus nas assembleias litúrgicas, bem como na colaboração da catequese do povo de Deus. Pedimos e contamos com as orações de todos para que, sendo fiéis, possamos em tudo fazer a vontade de Deus”, destacou Dionatah Amorim.

 

Carlos Moioli

Categorias